Queres jogar comigo?
Share |
[ Imprimir ]
Home >> Artigos Temáticos >> A água e o seu consumo (para os mais jovens)
A água e o seu consumo (para os mais jovens)
 
Área : Água
01/01/03  -  Maria Carlos Reis
Fonte : Naturlink
A água e o seu consumo (para os mais jovens)

Conhece o que podes fazer para proteger as reservas de água que ainda estão conservadas e para recuperar as que estão já poluídas, para que possamos conservar a água que ainda temos.

Se a quantidade de água doce que podemos utilizar é só uma pequena parte de toda a água existente, e se mesmo essa pequena parte corre o risco de ficar poluída, o que é que vai acontecer?
A protecção das reservas de água que ainda estão conservadas e a recuperação daquelas que já estão prejudicadas, são modos de conservar a água que ainda temos. Mas isso apenas não basta. Cada um de nós deve usar a água com mais economia.
 
O que é que a sociedade pode fazer?
Na agricultura, por exemplo, o desperdício de água é muito grande. Apenas 40% da água desviada é utilizada na rega. Os outros 60% são desperdiçados, porque se aplica água em excesso, porque ela é utilizada nas horas de maior evaporação do dia ou porque são usadas técnicas de irrigação inadequadas.
Na indústria é possível desenvolver formas mais económicas de utilização da água através da reutilização, que significa usar a água mais do que uma vez, por exemplo, no arrefecimento de equipamentos e na limpeza das instalações. Em muitas fábricas dos Estados Unidos, a água chega a passar mais de uma dezena de vezes nos circuitos de produção. Podem, ainda, ser utilizadas tecnologias modernas, menos exigentes em água, as chamadas técnologias secas.
Nos sistemas de abastecimento de água, uma quantidade significativa da água tratada - 15 % ou mais - é perdida, devido a perdas nas canalizações, assim como dentro de nossas casas. Garantir que estes sistemas funcionem correctamente é evitar que a água se perca desnecessariamente.
Em cidades que têm problemas de abastecimento ou onde existe pouca água, as populações colaboram na sua conservação. Nessas cidades, as pessoas costumam usar a mesma água para diferentes finalidades. Por exemplo, a água usada para lavar a roupa é depois usada para lavar quintal. As pessoas mudam os seus hábitos para usar a água na hora em que ela está disponível, só regam jardins e plantas na parte da manhã ou no final da tarde para diminuir as perdas de água por evaporação; não lavam os quintais e as calçadas, apenas varrem, por exemplo.
 
E o que é que eu posso fazer em minha casa?
Existem pequenas coisas que todos podemos fazer para diminuir os gastos de água. Devemos ainda alertar as pessoas que vivem perto de nós para alguns erros que habitualmente se cometem. Por exemplo:
Se uma pessoa lavar os dentes em 5 minutos e fizer a barba em mais 5 minutos, deixando a torneira aberta, gasta 24 litros de água por dia só, nestas duas actividades, que corresponde à quantidade que uma pessoa deveria beber em 12 dias. Se essa mesma pessoa realizar as mesmas tarefas de forma mais económica, mantendo a torneira fechada, gastará, em média, 2 litros, ou seja, economiza 22 litros de água por dia;
Utilizar a sanita como um cesto de lixo, onde se deitam papéis, cotonetes ou pontas de cigarro, conduz a um maior gasto de água, pois implica puxar o autoclismos para nos livarmos deste lixo deitado no local indevido;
Um duche de 15 minutos gasta 135 litros de água. Reduzir esse tempo para 5 minutos e ensaboar o corpo com a torneira fechada é uma forma simples de economizar água;
Existem também modos económicos para lavar a loiça, utilizando água corrente apenas para enxaguar;
O mesmo se passa com a roupa. Para além disso convém evitar lavar poucas peças de cada vez, o que se aplica tanto para a lavagem no tanque como para a da máquina;
A mangueira do jardim não deve ser utilizada como uma vassoura hidráulica;
Lavar o carro durante 30 minutos com meia torneira aberta consome 216 a 560 litros de água por lavagem. Usar um balde de 10 litros para molhar o carro e 3 baldes para enxaguar, consome apenas 40 litros por lavagem, o que representa um economia significativa;
É preciso evitar os desperdícios. Uma torneira mal fechada, a pingar, gasta 46 litros por dia, o que é uma quantidade de água suficiente para matar a sede a uma pessoa durante 20 dias.
Se por descuido, enquanto atende o telefone, a torneira ficar aberta por 15 minutos, pode-se gastar até 380 litros de água. É necessário estar atento para que descuidos deste tipo não aconteçam.
A consciecialização e a educação da população é fundamental para garantir a conservação dos recursos hídricos. É necessário usar a água sem desperdícios e evitar poluí-la, para que a água tratada e saudável nunca falte nas nossas torneiras. Em geral, uma pessoa só toma consciência da importância da água quando ela lhe falta. Todos nós dependemos da água. Agora a água também dependerá de nós, das nossas atitudes e comportamentos.

VOCABULÁRIO
. Desperdiçar - gastar sem necessidade.
. Inadequado - que não é próprio.
. Consciencialização - fazer com que as pessoas tomem conhecimento de determinado assunto.

 

STQQSSD
 1
20345060708
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30 
PRÓXIMO EVENTO
Os feriados municipais celebram-se em todos os concelhos dos 18 distritos de Portugal Continental, a
Notícias
Sendo a água um elemento essencial à vida, qual a sua % na constituição do corpo humano?
50-55%
90-100%
70-75%
25-30%
O corpo humano não é composto por água.
Águas do Douro e Paiva POS
© 2014 Água Online. - Todos os Direitos Reservados